Mais lidas

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Tchau.


Ele só a queria e ela não via, depois que ele foi embora , ela passou a enxergar.

Era uma manhã diferente de todas as outras, ela como sempre em cima de seu skate e ele na sua bike fudida. Ele a viu . Ela não o viu. Chegaram na escola, se conheceram. Foram amigos, inseparáveis e inexplicavelmente, ela cuidava dele e ele cuidava dela. Todos os dias ele chegava, e ela sentada já em sua carteira, vinha e dava um beijo de BOM DIA na testa dela. Ela retribuía com um sorriso bobo. E assim foram dois anos. 
Até que um dia ele se foi. E ela ficou. Percebeu o quanto ele faria falta pra ela. Mas ela sabia que ele voltaria. Mesmo assim a despedida doía mais do que a partida. Ela não queria ele longe, ele não queria ela longe, mas foi assim que aconteceu. E agora ele tão longe dela, ela se sente perdida, não há ninguém que tire dela aquele sorriso bobo. 

Um dia ele voltou, mas não foi pra ficar, ele voltou porque a saudade apertou o peito. Ela , então, o viu. Correu ao encontro de seus braços, que a agarrou forte. Choraram juntos, riram juntos. Ele cuidou dela, num simples gesto. E deu aquele beijo na testa dela , e ela deu aquele sorriso bobo que há tempos não dava. Ele não queria larga-la e ela não o deixava em nenhum momento. Ela queria que ele ficasse, ele queria que ela fosse com ele. Mas eles sabem que aquele momento iria acabar. Passaram as horas. E ele teve de ir de novo embora. Aquela dor horrivel no peito volto. E agora eles se despediam. Mas um longo abraço surgiu. E o silêncio também. Ele a abraçou mais forte e disse:  " - Eu te amo minha pequena".  E ela : "-Eu te amo meu pequeno".  Olhos nos olhos , diziam o que o silêncio ocutava. Ele não queria ir, ela não queria que ele fosse. Mas foi isso que aconteceu, mais uma vez. Ele partiu e ela ficou. E a dor de ver ele virando as costas e dizendo : "-Tchau".

Ele vai voltar, um dia, sei lá quando, sei lá onde. Mas ele vai voltar.


Emily Cohen.

Nenhum comentário:

Postar um comentário