Mais lidas

terça-feira, 10 de julho de 2012

Nosso pequeno castelo

E sabe a nossa música, então essa mesmo que você está cantando todo alegre com esse sorriso bobo lindo estampado no rosto, ela está tocando agora. E enquanto a música rola, nossos braços se enrolam, se aconchegam em nós. E eu esqueci completamente de ver o tempo passar, de ver a banda tocar, de ouvir a música rolar, só conseguia ver o brilho dos seus olhos verdes, ás vezes azuis dependendo da luz que batia neles, mas lindos como o céu ou com o mar. E parece que a vida inteira é pouco tempo pra passar do seu lado, todo o tempo do mundo é pouco. E nossa história está só começando e eu já estou te amando, te amando de uma forma única, minha, boba, besta, de uma forma toda tonta, mas muito especial. Textos e rimas não explicam tudo o que se passa dentro do meu ser, estatísticas, marcas, formas, nada explica o que passa aqui dentro. E eu só tento mostrar a ti tudo o que me dá felicidade, que é estar ao seu lado e te ver sorrir, te ver sonhar e planejar todo o nosso futuro juntos. E toda nota, todo o tom, toda a música, toda clave, todo acorde, tudo me faz pensar em te amar, te querer, me faz pensar em você. Já não cabe em meu ser tanto amor, tanto sentimento, tanta felicidade, por esse motivo divido ela com você. E assim será no nosso livro, na nossa história, que é faz de conta ou é faz acontecer. Então, acontecerá.


Emily Cohen

Nenhum comentário:

Postar um comentário