Mais lidas

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Adolescencia

Todos os adolescentes, assim como eu, não veem a hora de chegar aos 18 anos. Queremos tirar carta , queremos beber sem se preocupar com os pais, e queremos principalmente ser independentes.
Mas, geralemente, não é bem assim que funciona. Porque, junto com a maioridade, chegam as responsabilidades. E eu, particular e sinceramente, tenho medo do que essa palavra significa.
Com a maioridade, além das responsabilidades, chegam – ou deveriam chegar – também a maturidade, a fase adulta. E é exatamente nessa fase que tudo se torna mais complicado – ou nós deixamos tudo mais complicado.
Porque? Porque é aí que temos que começar a pensar no futuro, no que vai ser agora no que vai ser depois. E tudo, por mais simples que seja o probelma, ainda assim será motivo pra se desesperar e se descabelar – ou, no mínimo, ficar com alguns fios de cabelos brancos.
Por mais que ser adulto tenha suas inúmeras vantagens, os problemas são sempre mais complicados.
E é aí, na fase adulta, que percebemos que ser adolescente é a coisa mais gostosa do mundo,  porque é essa fase que conhecemos tudo o que há de bom – e de ruim – na vida. É quando descobrimos coisas novas, quando tentamos e erramos, quando temos tempo para diversão. É quando nós mais vivemos! Por isso, tenho que dizer:A você, adolescente : Aproveite essa fase maravilhosa na sua vida. Não se desespere, não espere, não desanime, não perca tempo imaginando a vida adulta, pois essa parte da vida em que você está passa, e passa rápido demais! E, quando você perceber, vai ser tarde demais e você vai querer voltar atrás. Mas, como você sabe, não existe uma máquina do tempo. Por isso, viva tudo o que tiver de viver, agora, hoje! Não deixe pra amanhã, pra depois, pra semana que vem... pode ser que não dê mais tempo.
 A você, adulto: Não se descabele por qualquer coisa, porque além de ficar careca , isso não vai resolver seus problemas. E não é só porque você não é mais adolescente que não tem mais o direito de viver e se divertir. Saia, se divirta, seja feliz! Seu trabalho pode te dar dinheiro para pagar um médico quando você estiver doente, mas jamais vai pagar o amor de algum ente querido cuidando de você. Seus problemas podem te dar maturidade, mas não vão te dar saúde e alegria. Isso, só quem pode te dar, é sua família! Por isso, cuide bem de seu trabalho, resolva seus problemas. Mas cuide ainda melhor de sua família e de seus amigos. Estes, sim, vão estar ao seu lado quando você mais precisar.
Pense nisso.




                                                                   Marinna Barker e Emily Cohen

Nenhum comentário:

Postar um comentário